Os meus receios

Estamos em Julho e, contrariamente ao habitual, eu não estou temeroso do final da “janela” de transferências que se encontra num ainda longínquo 31 de Agosto.

Ando feliz da vida, e como eu, julgo que a maioria dos portistas, com as contratações de qualidade acima da média, que o Clube tem feito até aqui.

Não me preocupa se é por empréstimo, com opção de compra ou não, nem tampouco estou muito preocupado com o dinheiro gasto, por 3 simples razões:

1 – Sou sócio do FC Porto clube e não da SAD;

2 – Porque somos o Clube, dos 3 grandes, que oficialmente está em melhor situação financeira;

3 – Porque sem o alarido doutras zonas mais circulares, fomos vendendo bem os direitos (não gosto do termo “vender jogadores”) dos atletas que sairam e, embora naquelas megalómanas paragens, ainda se incluam nesta altura valores obtidos em Janeiro (concerteza para satisfazer o ego e acalmar as hostes…) não contabilizamos ainda os que estão para sair, portanto poderemos dizer que terá sido um fim de época financeiramente bom, para aqueles que se preocupam com essas coisas. Eu como disse, preocupo-me com o desempenho da equipa no campo!

Por isso, considero muito mais importante, que “os dinheiros”, o primeiro passo: a construção da equipa.

Julgo que, por aquilo que vou lendo aqui e ali, nesse aspecto, tem o FCP um homem à altura! 

Forte personalidade: veja-se as contratações onde é evidente a sua vontade!

Sentido disciplinador: para além de outros pormenores (que serão “pormaiores”), a “torre”, que pode merecer a chacota de alguns imbecis mas, por estranho que lhes pareça, é das coisas mais importantes implementadas por ele. Pelo menos não mais haverá jogador com falta de empenho nos treinos porque o vídeo denuncia-o…

Boa postura:  A atitude perante a comunicação social, tratando-a com alguma distância, com um discurso diferente dos habituais “clichés” e a parcimónia no que transmite “cá para fora”, deixando-os a “falar sozinhos” no que ao de mais importante se passa internamente, diz respeito.

Tudo isto parece poder vir a proporcionar-nos uma época, digamos “à moda do Porto”, onde as alegrias suplantarão as tristezas, das quais já tivemos a dose suficiente na época passada. Pelo menos para os próximos 4 anos…..!!

No entanto há um factor, que reputo de muito importante e que pode aniquilar todas as nossas expectativas desportivas da próxima época: a pré-eliminatória da Champions!!

Se não formos capazes de ultrapassar essa etapa, poderemos entrar numa espiral depressiva semelhante à da época anterior.

E isso assusta-me!!

Não sou nada, mas mesmo nada, dado a superstições, mezinhas, pais de santo, idas a Fátima e coisas do género! Sou um empedernido ateu!

Mas quando se trata do nosso Clube, todos agimos de forma um tanto ou quanto irracional.

E eu não fujo à regra.

Portanto e apesar de tudo isso, não deixei de fazer a minha “mezinha”….

Advertisements

One thought on “Os meus receios

  1. O dinheiro que se gasta deve sempre preocupar-nos, pelo simples facto de que pode não ser recuperado – e o Porto não pode dar-se a esse luxo – sob risco de nas próximas épocas, vermos acontecer-nos o mesmo que aos dois ridículos da 2a Circular: dieta à força.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s