BATEmos forte!

porto bate

 

Nada melhor que vencer e com uma goleada, para começar a Liga dos Campeões da melhor maneira.

Sem dúvida alguma, brindar o nosso adversário de hoje com meia dúzia de golos sem resposta é realmente fantástico.

Podemos dizer que o BATE Borisov é uma equipa com muitas debilidades, mas se olharmos para um passado não muito distante, onde empatamos em casa com um Áustria de Viena, equipa do nível do nosso oponente de hoje demonstra que a este nível só jogando bem é que se consegue triunfar.

Foi um jogo de sentido único e em que o resultado começou a ganhar forma logo aos 5′ com um golo fantástico de Brahimi, a rematar de ângulo quase impossível.

Este argelino cada vez mais se torna o grande craque deste FC Porto versão 2014/2015.

O mesmo Brahimi pouco depois da meia hora, pega na bola ainda no nosso meio campo, arranca por ali fora, passando por todos os que se atravessavam à sua frente e à entrada da área remata para o segundo golo. Mais um golo extraordinário do argelino.

Cinco minutos depois foi a vez de Jackson Martinez picar o ponto, fazendo de cabeça o terceiro após um belíssimo cruzamento de Danilo.

O intervalo chegou com a certeza que a vitória não nos fugiria e que poderia até ser ampliada.

A segunda parte iniciou na mesma toada, com o nosso clube a tomar conta total do jogo e aos 57′ após mais uma arrancada de Brahimi (quem mais?), o mesmo acaba por sofrer falta à entrada da área, falta essa superiormente marcada pelo nosso nº 8. Já o tinha feito contra o Lille e repetiu hoje.

Estava feito o 4º e terceiro da conta pessoal de Brahimi.

Logo a seguir o nosso mágico é substituído por Evandro sob uma enorme e merecida ovação. Grande, grande jogo. Grande, grande jogador.

O jogo prossegue na mesma toada e quatro minutos depois Adrian, que até ali pouco ou nada tinha feito, faz a sua estreia a marcar pelo FC Porto.

Houve ainda tempo para outra estreia a marcar. Falo de Aboubakar, que deu o melhor seguimento a uma excelente jogada individual de Tello.

Daí até ao final ainda assistimos ao único lance de perigo do adversário e a mais algumas oportunidades do nosso clube para marcar o sétimo.

Quanto a destaques individuais, destaco primeiro o argelino Brahimi como não podia deixar de ser. Este argelino é realmente um caso sério. Dono de uma técnica apurada e de uma inteligência de jogo acima da média, tem tudo para se tornar um daqueles jogadores que irão perdurar na memória de qualquer portista. Depois de Madjer, outro argelino a fazer história no Dragão.

Destaque também para a equipa, que me pareceu mais coesa, pese embora as facilidades proporcionadas pelo adversário.

De negativo, parece-me injusto que após uma vitória por números tão expressivos nomear algum jogador.

Foi um excelente inicio para esta fase de grupos, melhor era quase impossível. Agora espera-nos uma difícil deslocação a Lviv para defrontar o Shaktar, uma equipa bem mais complicada e que hoje arrancou um bom empate no sempre difícil campo do Bilbao.

Esperemos continuar esta fase vitoriosa e começar desde já a descomplicar ao máximo o tão desejado apuramento para os oitavos de final da Champions.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s