Vitória tranquila

image

Foi com uma vitória relativamente tranquila que conseguimos superar o nosso adversário de hoje, adversário esse que desde que jogamos no Dragão, foi quem mais nos tirou pontos.
Lopetegui promoveu três mexidas em relação ao ultimo jogo, mas sem mexer em demasia em nenhum dos setores do campo, e talvez por isso, pouco se tenha sentido em campo essas mexidas. Pelo menos nos primeiros vinte e cinco minutos.
Tivemos uma entrada muito boa no jogo, com um grande domínio, e com naturalidade à passagem do nono minuto conseguimos inaugurar o marcador por Danilo na recarga a um remate de Jackson Martinez defendido pelo guarda redes adversário.
Atingida a vantagem, prosseguimos em busca do segundo, conseguindo várias oportunidades para tal.
Mas aos poucos fomos perdendo fulgor, o adversário percebeu que ao nosso meio campo, o que sobrava em talento faltava em nervo, e começou a pressionar mais o portador da bola, ganhando assim a batalha do meio campo.
Percebeu também que Alex Sandro estava naqueles dias em que o cérebro lhe pára e passaram a explorar aquele lado, tendo conseguido alguns lances de relativo perigo.
O intervalo chegou na melhor altura para ver se as cabeças assentavam. Só que a segunda parte inicia na mesma toada. Nós sem conseguirmos vencer a batalha do meio campo, e o adversário a também não conseguir criar real perigo. Ate que Lopetegui decide mexer, e bem, tirando um desinspirado Quintero, para entrar o lutador Herrera. E o certo é que com essa mexida, voltamos a conquistar o meiio campo, e aos poucos voltar a pôr em sobressalto a defesa contrária. Até que a um quarto de hora do fim assistimos ao momento do jogo. E que momento. Oliver combina bem com Brahimi que decide serpentear entre dois defesas adversários e enviar uma bola que descreveu um arco perfeito, parando só dentro da baliza contrária. Grande, grande golo de um grande, grande jogador.
Estava conquistada a vitória, num jogo tranquilo e que o triunfo nos assenta como uma luva.
Quanto a destaques, parece já um lugar comum, mas Danilo, não só pelo golo que marcou, mas pelo que defendeu, atacou, passou, foi sem dúvida o melhor em campo para mim.
Brahimi também esteve muito bem. É um dos craques do nosso campeonato, se não o maior craque de todos. O seu golo vale a pena ser visto e revisto por todos aqueles que gostam de futebol.
Fabiano também sempre muito atento aos ataques adversários. Quaresma, principalmente na primeira parte também esteve muito bem.
Pela negativa, o nosso meio campo inicial, que embora com muito talento, foi um meio campo muito mais habilitado para o ataque do que para auxiliar nas tarefas defensivas.
Alex Sandro que esteve francamente mal no jogo. Este brasileiro é uma incógnita. Olhando para o que jogou na sua época de estreia, seria impossível de imaginar que se eclipsasse desta maneira. Tem momentos muito bons, mas infelizmente, ultimamente os muito maus suplantam os bons. Tenho saudades do Alex Sandro de há duas épocas atrás.
Agora é descansar, e preparar o jogo em Bilbao, desejando sair de lá com os três pontos, que nos garantirão o apuramento para os oitavos da champions.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s