ORGULHO! ORGULHO! ORGULHO!

rt

Nove heróis! Foi isso mesmo a que o jogo se resumiu. Jogamos a maior parte do tempo com menos jogadores que o adversário. Mais de meio tempo nove contra onze (ou seriam catorze?) e apenas sofremos num penalty inexistente, caso contrário teríamos vencido o jogo.

Mas vamos por partes. Lopetegui está a dar oportunidades, e bem, aos jogadores menos utilizados nesta competição de menor importância, e o que se viu hoje é que temos material humano com muito futuro.

Aos 24′ num lance que o árbitro decidiu marcar grande penalidade, sobre uma pretensa falta sobre Gonçalo Paciência, Evandro aproveitou para nos adiantar no marcador. Um erro do árbitro que se veio a provar muito pouco para o quanto ele nos espoliou.

Dez minutos depois começa o espetáculo Cosme Machado. Numa falta normalíssima, decide dar o 2º amarelo a Diego Reyes e pôr o FC Porto a jogar com menos um. Pouco depois vemos uma falta similar do lado contrário que nem amarelo mereceu. Uma dualidade de critérios escandalosa do homem do apito.

Pouco depois, ainda não satisfeito com o que tinha feito decide expulsar Evandro sem qualquer razão. Concordo que Evandro foi imprudente no modo como tentou tirar a bola, mas quanto muito mereceria um amarelo. Agora um vermelho direto, foi  do mais ridículo a que tenho assistido.

A segunda parte começa, como seria de esperar com o “assalto” à nossa área por parte do adversário, mas com o controle possível por parte da nossa equipa.

Só que, Cosme Machado, mais uma vez, e vendo que o Sp. Braga não estava a conseguir ir lá por meios próprios, inventa uma grande penalidade. Penalidade essa que serviu para ser restabelecido o empate.

Daí e até final foi defender o resultado como pudemos e espreitar todas as possibilidades para ir lá à frente e tentar o segundo golo. Segundo golo esse que poderia ter acontecido, fosse Tello mais esclarecido na hora do remate e Campaña mais certeiro.

Considerando todas as contingências do jogo, o resultado foi muito bom e aqueles bravos que estiveram em campo, fizeram-me sentir um orgulho imenso neles.

Pela positiva, e por muito que ache, que todos eles foram heróis, tenho de destacar aqui Helton. Segurou tudo o que pode. Soube estabilizar a defesa quando foi preciso. Nem parece ter a idade que tem e vir da lesão que teve. Foi, como sempre é, ou seja, ENORME!

Nota também para a estreia e jogo muito esforçado de Gonçalo Paciência. Na minha opinião, promete.

Mas todos estiveram muito, muito bem. Estão todos de parabéns.

Resumindo, foi um jogo tremendamente esforçado e disputado pelos nossos guerreiros, que me deixaram com um orgulho enorme por eles.

Agora venha o Marítimo, e se os onze que entrarem, tiverem a mesma atitude que estes, e tivermos a sorte do Capela (sim, é esse mesmo o árbitro amigos) não fazer o que o Machado nos fez hoje, tenho a certeza que sairemos da Madeira com os três pontos.

PS: Estava a acabar de escrever quando vi o nosso Presidente a vir à flash interview “revoltar-se” com o que se passou. Já no intervalo vi Antero Henriques fazer o mesmo. Espero que pelo menos este jogo tenha servido para isso mesmo. Que deixemos de ser cordeirinhos e passemos à ação. Não podemos semana após semana assistir a esta vergonha e nada fazermos. Precisamos de uma SAD forte, que olhe pelos nossos interesses desportivos. É do Pinto da Costa e do Antero Henriques de hoje que necessitamos.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s