Boa vitória!

790

Foi graças a um jogo muito interessante de nossa parte que levamos de vencida o Arouca, que desta vez, e ao contrário de contra outros, jogou no seu campo.

Foi realmente e até agora, o jogo mais conseguido de nossa parte no presente campeonato. Com as duas mais recentes contratações e com um meio campo totalmente inovador, o nosso clube praticou um futebol bem mais solto e rápido que o habitual.

Perante um adversário que se recusou a meter o autocarro e tentou sempre jogar olhos nos olhos, só mesmo um FC Porto muito competente é que poderia sair dali com a vitória.

Marcamos três golos, outros ficaram por marcar, mas não sendo um jogo perfeito, foi um jogo que deixa os adeptos mais tranquilos em relação ao futuro.

Quanto a destaques, para mim o melhor em campo foi André André. Grande exibição do português. Esteve em dois golos, foi um nº 10 quando foi preciso, quando Brahimi saiu descaiu para a extrema estando sempre em bom nível. Rematou, defendeu, em suma, um jogo completo a fazer crer que o lugar terá de ser dele.

Aboubakar também jogou muito bem, vindo inúmeras vezes buscar jogo atrás a fazer lembrar Jackson e a picar o ponto mais uma vez, que é o que se pede a um ponta de lança. Enquanto estiver assim o lugar será dele sem sombra de dúvida.

Corona teve também uma estreia muito prometedora. Dois golos, alguns pormenores bem interessantes, e um entendimento com Maxi que até parece que jogaram juntos toda a vida.

Rúben Neves fez também uma boa exibição. Não é tão forte a defender como Danilo, mas em termos de dar largura ao jogo e no descobrir espaços para endossar a bola, está muito à frente do seu “rival” de posição.

Pela negativa destaco Layun. Tem a atenuante de praticamente não ter treinado e de ser a sua estreia, mas o certo é que não esteve bem.

Sem atenuantes temos Brahimi. O argelino fez um mau jogo. Nunca desequilibrou, esteve sempre muito preso de movimentos, e quando assim é, para um jogador com as suas caraterísticas as coisas não podem correr bem.

Nota negativa também para a diferença com que o árbitro tratava as faltas de um lado e do outro. Não compreendi o porquê do amarelo a Layun, assim como não entendi como é que foi possível aquela besta do irmão do Maicon ter saído do jogo sem um único cartão. Inexplicável!

Segue-se agora um jogo em Kiev para a Liga dos Campeões, na próxima quarta feira para depois recebermos os nossos principais rivais internos no próximo domingo para o campeonato onde esperamos duas vitórias, ou na pior das hipóteses, um empate na quarta e uma vitória domingo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s