Fim

O Bitri surgiu por iniciativa do João José Cardoso, que se lembrou de reunir um grupo de bloggers políticos adeptos do FC do Porto. O primeiro post, assinado pelo próprio JJC, foi publicado a 14 de Fevereiro de 2012: «Ainda com as contratações em curso, algumas por atrasos burocráticos da FPF e da UEFA, a jogar por enquanto num campo pelado, enquanto o verdadeiro estádio/template está em construção, o Futebol Clube do Porto ganha em qualquer terreno. Jogamos de calcanhar se for preciso, mas sem a mão do Vata.»
No caso do Bitri, não foi assim tão verdade. No caso do FC Porto, durante estes últimos 3 anos, também não. Da nossa parte, tentámos, mas há muito que se percebera que não havia volta a dar-lhe. O Pedro Sousa ainda tentou remar contra a maré, mas o fim estava anunciado.
O desaparecimento do João José Cardoso só acelerou o processo. Agora, sim, o Bitri deixou de fazer sentido.
Obrigado a todos os que escreveram e a todos que nos leram… e viva o Porto!

Honra ao João José Cardoso!!

Honra ao João José Cardoso!!
Um homem que não tive a oportunidade de conhecer pessoalmente, mas era daqueles com quem aqui fiz amizade que tinha gosto em conhecer. A nossa amizade ficou pela blogosfera e pelo Facebook.
Tantas conversas aqui tivemos, sobre o nosso F.C.Porto, sobre política e sobre a vida do país.
Convidou-me há uns anos para mandar uns bitaites no BriTri!
O convite foi no dia 29/06/2012 e foi da seguinte forma:
«ó murcon, por caso não queres escrever uns bitaites no Bitri? eras bem vindo…»
Mesmo sem o conhecer pessoalmente as lágrimas caem pelo rosto.
Deu-me para ir relembrar as minhas conversas com o João, as mensagens dele eram deliciosas. Sempre que eu escrevia algo sem ser no BiTri, ele lembrava-me sempre:
《Ó pá, hoje já li duas tuas aqui, curtinhas, tipo boca e link, que ficavam a matar no BiTri…
também foi para jogar nessa posição que te contratei, a temporada já começou, à matador, recepção, remate e golo.
Concentra-te na tua especialidade, que é a de bocas curtas e fintas certeiras. Passes longos deixa para os que têm menos velocidade nos pés…》

Li o ultimo post dele no facebook, só depois de ter já partido, e tinha sido tão fácil para mim levar-lhe, nem que fosse, uma palete de água das pedras!!

Até um dia camarada!!

Até no céu, pelo Porto vais cantar….

João Carlos

O BiTri está de luto!

O BiTri está mais pobre.

Ontem um dos nossos, João José Cardoso faleceu, vítima dessa doença tão cruel como é o cancro.

Grande portista e fervoroso adepto da “sua” Académica de Coimbra, JJC foi um dos fundadores deste blogue, assim como um dos grandes intervenientes de outro blogue conhecido da nossa praça (aventar.eu). Homem de grande convicções e um eterno lutador.

A todos os familiares e amigos o BiTri endossa as mais sentidas condolências.

Bipolaridade!

FC Porto-Belenenses (REUTERS/ Miguel Vidal)Vitória folgada esta a do FC Porto, graças a um inicio de segunda parte a todo o gás e a um super endiabrado Brahimi, que literalmente partiu a loiça toda.

Mas pese embora a tranquilidade que o resultado parece demonstrar, o jogo poderia ter sido complicado, muito por culpa própria, uma vez que, mais uma vez voltamos a mostrar duas caras.

Uma na primeira, de um FC Porto apático, a jogar a passo, à espera que um golo caísse do céu. Fruto dessa apatia, o adversário acabou por beneficiar da primeira grande oportunidade do jogo, quando na marcação de um livre e após um bom cabeceamento do jogador contrário, Casillas viu-se obrigado a fazer uma grande intervenção.

Posto isto, e graças a um Brahimi em modo Champions, lá fomos criando oportunidades para também sermos felizes, mas para além dele, pouco mais.

Ainda na primeira parte, o adversário beneficia de outra grande oportunidade, quando Layun, tal e qual Cissoko na Madeira, deixa a bola sobrar para as suas costas, para os pés de um adversário que desferiu um remate ao poste.

A primeira parte termina com um enorme azar. Maicon, o nosso capitão teve de sair lesionado. Suspeita de rotura. Esperemos que não.

A segunda parte foi bem diferente, pelo menos os primeiros quinze minutos dela.

Assistimos a um FC Porto a jogar bem mais rápido, em progressão, e com isso as oportunidades a surgirem em catadupa.

Brahimi atira à barra, naquela que foi a maior oportunidade antes do golo inaugural que veio a surgir por intermédio de Corona.

Pouco depois o golo de Brahimi, mais que justo diga-se. O argelino tentou de todas as formas e lá conseguiu ser feliz.

A partir daí, voltamos a desacelerar mas já com uma vantagem confortável perante um adversário que baixou os braços, sendo portanto com toda a naturalidade que quer Osvaldo (estreia a marcar) quer Marcano (de canto!!!!!) acabaram por dar volume ao marcador final.

Em suma foi um resultado “gordo”, num jogo morno, onde conseguimos manter a invencibilidade (já vai em 19 jogos sempre a vencer no Dragão e zero golos sofridos em jogos do campeonato) e mais importante, ir para a paragem do campeonato na liderança do mesmo.

Nota negativa para o amarelo a Maxi que o irá impedir de jogar contra o Braga. O homem tem de se habituar a isso. Vestir de azul tem esse problema. Tens de ser mais comedido pá.

Quanto a destaques para mim o melhor foi de longe o argelino Yacine Brahimi. Grande jogo o dele. Partiu os rins aquela ala direita do Belenenses. Tantos nós que eles levaram, que certamente irão precisar de alguns dias para desatá-los.

Corona, que volta a marca (4º em 4 jogos) e com alguns apontamento muito bons na ala.

Marcano muito seguro a defender e ainda com capacidade para ir lá à frente e marcar.

Pela negativa, mais uma vez as bolas paradas, neste caso as defensivas. Somos muito fracos nesses lances. É preciso rever a matéria urgentemente.

Layun a defender. Definitivamente o homem não é grande bisca a defender. Ataca bem, nota-se boa capacidade de ter a bola e criar jogo no ataque, mas na defesa a coisa está muito má.

Vem agora uma paragem do campeonato, para compromissos das seleções, onde espero que nenhum dos nossos venha de lá com mazelas para depois, no próximo dia 25 fazermos a receção ao Braga, num jogo que se antevê bastante complicado, como por norma o são todos contra este adversário.

Until there folks!!