Honra ao João José Cardoso!!

Honra ao João José Cardoso!!
Um homem que não tive a oportunidade de conhecer pessoalmente, mas era daqueles com quem aqui fiz amizade que tinha gosto em conhecer. A nossa amizade ficou pela blogosfera e pelo Facebook.
Tantas conversas aqui tivemos, sobre o nosso F.C.Porto, sobre política e sobre a vida do país.
Convidou-me há uns anos para mandar uns bitaites no BriTri!
O convite foi no dia 29/06/2012 e foi da seguinte forma:
«ó murcon, por caso não queres escrever uns bitaites no Bitri? eras bem vindo…»
Mesmo sem o conhecer pessoalmente as lágrimas caem pelo rosto.
Deu-me para ir relembrar as minhas conversas com o João, as mensagens dele eram deliciosas. Sempre que eu escrevia algo sem ser no BiTri, ele lembrava-me sempre:
《Ó pá, hoje já li duas tuas aqui, curtinhas, tipo boca e link, que ficavam a matar no BiTri…
também foi para jogar nessa posição que te contratei, a temporada já começou, à matador, recepção, remate e golo.
Concentra-te na tua especialidade, que é a de bocas curtas e fintas certeiras. Passes longos deixa para os que têm menos velocidade nos pés…》

Li o ultimo post dele no facebook, só depois de ter já partido, e tinha sido tão fácil para mim levar-lhe, nem que fosse, uma palete de água das pedras!!

Até um dia camarada!!

Até no céu, pelo Porto vais cantar….

João Carlos

Advertisements

Campeões de Basquetebol da Proliga

Image

 

O basquetebol é um desporto épico!! O que se passou hoje no 2° jogo da final da Proliga é prova disso!Estes meninos que se tornaram campeões da Proliga mostraram o que é Ser Porto!! Estiveram a perder no 3° período por quase 20 pontos, no 4° período recuperaram e chegaram a estar na frente. A 5 segundos do fim sofrem um triplo que os faz ficar 1 ponto atrás no marcador. Não viraram a cara à luta e foram buscar a vitória com um cesto no ultimo segundo.

Moncho Lopez e bem, diz que esta equipa, que jogou com o pavilhão cheio, tem os melhores adeptos do mundo e que estes merecem tudo. É verdade, adeptos, esta equipa e este treinador merecem a Liga Profissional de Basquetebol. Espero que quem decide pense o mesmo.

‪#‎SomosPorto‬

Numeros de campeões

Durante muito tempo, desta época, fomos ouvindo e lendo coisas sobre o campeonato do ano passado que eu sempre disse estarem longe da realidade.
Agora que as contas estão praticamente fechadas, vamos a elas.

O campeão nacional de futebol deste ano tem exactamente os mesmos pontos que tinha o ano passado à entrada para a última jornada.
O campeão nacional de futebol do ano passado tem menos 17 pontos que o ano passado à entrada para a ultima jornada.
O campeão nacional deste ano tem menos 18 golos marcados que na época passada e menos 3 sofridos.
O campeão nacional do ano passado tem menos 13 golos marcados que na época passada e mais 10 sofridos.

O ano passado o campeão nacional, não mereceu o titulo, foi sorte, milagre, o treinador era fraco, o plantel também. O campeonato tinha sido perdido pelo 2º classificado e não ganho pelo campeão.

Já era tempo de se dar valor ao trabalho que foi feito durante 2 épocas por um treinador que foi um mal amado dos adeptos do FCP!!
Eu disse que ainda iriamos sentir falta de conseguir, como alguns diziam, ganhar só o Campeonato e a Supertaça!!

Somos Porto
João Carlos

O Ser Porto começa nos Adeptos

Não adianta exigir a jogadores que nem sabem o que é ser Porto que o sejam, quando os adeptos, sim nós adeptos também temos um papel a desempenhar, estão a perder essa característica.
Não basta andar nas redes sociais, no café com os amigos e nas discussões futeboleiras dizer que ser Porto é ter garra, lutar até ao fim, não ter medo de nada nem de ninguém e depois as cadeiras no estádio estarem vazias!!
Este ano falhamos a todos os niveís. Falhou o Presidente na escolha do treinador, falhou a Estrutura no planeamento da época, falharam os jogadores naquilo que eram as suas obrigações enquanto profissionais bem pagos e falhamos nós, os adeptos, que nos habituamos a ganhar e ganhar e depois não sabemos enfrentar as adversidades, os momentos menos bons que todos temos que enfrentar seja em que sector da nossa vida for.

O adepto de futebol em Portugal é o espelho de uma sociedade que ao longo destes anos se foi aburguesando, deixando para segundo plano as reivindicações, as lutas por uma vida digna e que baixa a cabeça e se ajoelha perante as dificuldades e o medo de perder.

Aquilo que ao longo destes ultimos anos, foi o meu receio e que já falei várias vezes, está a tornar-se realidade. Os adeptos de futebol do meu clube estão a tornar-se naquilo que foram os adeptos do clube que nos ganhou ontem mais um jogo. Durante anos ganharam tanto que a partir de uma certa altura não souberam lidar com as derrotas. Estarem pouco mais de 25.000 pessoas ontem no Dragão é reflexo de algo que receava mas está a acontecer.

Eu, como em tudo na minha vida, não viro a cara à luta. Este clube faz parte da minha vida, é uma paixão e como uma paixão, é incondicional.
Daqui a 15 dias voltarei a estar sentado no sítio do costume, sempre a cantar por ti, contigo até ao fim porque tu és um dos meus amores!!

João Carlos

Dr. Jekyll e Mr. Hyde

Hoje marquei presença em Guimarães, o meu clube está numa fase negativa, todos somos poucos para o acompanhar!!
Tive sorte, ofereceram-me um convite e lá fui eu mais o meu amigo Afonso Cabral Figueiredo.
O dia esteve chuvoso, a viagem foi agradável, já não estávamos juntos há muito tempo e deu para por a conversa em dia!!
Depois de uns panados, umas cervejas Superbock e uma Cheers, na confeitaria Primavera (de Guimarães, não a de Matosinhos  ), lá fomos para o estádio.
Existe sempre aquele nervoso miudinho quando vais ter de assistir a um jogo do teu clube no meio de adeptos do clube adversário, ainda por cima sendo em Guimarães onde a “aficion” é daquelas que põe qualquer um em sentido.
Lá chegamos ao estádio, a surpresa vem com o onze do FCP, algumas mexidas que nos fazem pensar no que vai dar este Porto.
Como o estádio não estava cheio, deu para ir escolhendo vários locais para ficar, decidido o local, entram as as equipas em campo e num estádio que devia estar pouco mais de meia casa, fica-se com a sensação que estamos num estádio cheio!! Os Super Dragões cumprem também a sua parte e o ambiente está muito bom.
O jogo começa bem, o Porto com Ghilas e Licá, duas excelentes surpresas, começa a conseguir tomar conta do jogo e é com naturalidade que chega ao 1º golo, uma grande penalidade que no estádio me deixou dúvidas.
Mas foi durante este período que assisti a algo que já tinha saudades de presenciar num jogo de futebol, em Guimarães apoia-se incondicionalmente a equipa, festeja-se cada lançamento, cada canto como quase um golo se tratasse, a cada falta reclama-se sempre, sendo a favor ou contra.
Foi aí que começou a melhor fase do jogo para o Porto, algumas oportunidades falhadas, boas jogadas e o 2º golo aparece.
A coisa parece estar a correr bem, mas ao contrário do Afonso que vaticinava um 0-2, a minha sentença tinha sido um 1-2, disse-lhe eu que este Porto da maneira como defende sofre sempre golos. 
Nas bancadas, quando eu pensava que depois do 2º golo a coisa ia esfriar, eis que continua aquilo que faz uma equipa dentro do campo ter de correr e não desistir, o apoio dos adeptos não baixa de tom, fica ainda mais forte.
Os Super Dragões davam também espectáculo e o ambiente era fantástico.
A minha previsão não tardava em concretizar-se, o Guimarães reduziu em cima do intervalo. O estádio veio abaixo e naquele estádio, que provavelmente devido às condições atmosféricas, só estava meia casa, parecia que estavam o dobro dos adeptos. 
A 2ª parte inicia-se e este Porto de duas caras, voltou a revelar-se, se na 1ª parte mostrou um futebol agradável, na 2ª voltou o registo que nos tem feito sentir um amargo de boca.
Comecei a perceber que as coisas não iam correr bem, e se mesmo a jogar bem a equipa sofre golos, a jogar daquela maneira não ia tardar muito.
O Guimarães empurrado pelas bancadas sempre em constante apoio, chegou com naturalidade ao golo do empate, mais um brinde da defesa do Porto, que até ao fim do jogo tudo fez para que o Guimarães ganhasse o jogo!!
O nº 12 do Vitória mereceu este resultado e valha-nos a sorte no final da partida, para que não tivesse sido oferecida a vitória aos adeptos do Vitória. 
As mudanças de Paulo Fonseca nada trouxeram de novo, Jackson está a passar o pior momento desde que chegou ao Porto, e nem mesmo a entrada do irrequieto Quintero conseguiu trazer algo de positivo à equipa.
A nível colectivo este Porto tem duas caras, tal qual Dr. Jekyll e Mr. Hyde. A nível individual Ghilas mostrou que merece mais tempo de jogo, principalmente com o apagão de Jackson e Licá saiu do jogo quando até ali tinha sido um dos melhores.
Abdoulaye continua a provar que não é compreensível ter chegado e ser titular, e por favor, Alex Sandro precisa de parar!!
Está quanto a mim perdido este campeonato, o campeão não sei se estará encontrado, mas como o Sistema andou por Belém, talvez esteja!!
Mais uma palavra para aqueles que estiveram no estádio, os adeptos do FCP, um excelente apoio, os Super Dragões estão sempre lá, e os adeptos do Vitória que fizeram-me matar saudades do que é ver um público empurrar o seu clube para uma boa exibição. Fez-me lembrar as Antas, aquele fervilhar, aquela força que os adeptos tinham, pois iam ver futebol, e ir ao futebol é isto, gritar, apoiar, cantar. 
Hoje muitos vão para comer pipocas!!
Há uns dias em conversa com o Nuno Alves, ele alertava-me para ter cuidado nesta ida a Guimarães, já que ia para o meio dos adeptos Vitorianos. Eu respondi-lhe que não ia para o meio da claque, ele disse-me e bem que em Guimarães a claque está no estádio todo!!